Não é o suficiente, mas já é um começo

Publicado: 30/08/2010 em PUBLICIDADE
Tags:, , , ,

“QUE A PROTEÇÃO DA CRIANÇA É TAREFA DE GRANDE RESPONSABILIDADE E DE ALTA COMPLEXIDADE E, PORTANTO, DEPLORA AS OPINIÕES SIMPLISTAS QUE PREGAM A CONTEXTUALIZAÇÃO DA PUBLICIDADE, POR DEFINIÇÃO, COMO VILÃ.”

Esse é um trecho da Carta Fortaleza, redigida pela ABAP – Associação Brasileira de Agências de Publicidade, reproduzida no Portal da Propaganda. Nela, a entidade defende, entre outros pontos, a falta de critério em acusar a Publicidade como vilã na persuasão, mais especificamente das crianças.

É um assunto pra lá de esgotado, cuja bandeira foi levantada por sociólogos e psicólogos que, no fundo, têm uma inveja reprimida dos publicitários, que conseguem aplicar suas teorias de uma maneira que eles jamais conseguirão.

A questão é simples:

a. Crianças não podem trabalhar, portanto, não podem ter um dinheiro que possam chamar de seu;

b. O dinheiro que algumas delas recebem vem em forma de mesada ou “dinheirinho pro lanche”;

c. Se os pais compram por ceder às pressões da criança, o problema não é da criança. Os pais são bananas e pronto;

Enfim, eu duvido que alguma criança sequestre a mãe, ligue para o pai no escritório e ameace cortar o pescoço da sua progenitora se o pai não comprar o brinquedo que viu numa campanha.

E não adianta virem com aquele papo de “a Publicidade se aproveita de um mecanismo que supre uma necessidade latente presente na forma de compensação da frustração contida numa repressão da fase oral…”.

Desculpe, não cola.

Tá na literatura, é? Então, me responde uma coisa: quem escreveu? Um Publicitário, um Psicólogo/Psiquiatra ou um Sociólogo?

Leiam o texto na íntegra e tirem suas próprias conclusões:

Carta de Fortaleza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s